Postagens

Psicóloga Saúde Bradesco| Psicologa convênio Amil| Psicologa que atende Sulamérica| Psicóloga Omint em SP

Imagem
Psicóloga Saúde Bradesco| Psicologa convênio Amil| Psicologa que atende Sulamérica| Psicóloga Omint em SP(por reembolso)


Psicoterapia, Ajuda emocional, Orientações e aconselhamentos.  Desenvolvimento de habilidades afetivas, pessoais e emocionais.

Conheça meu trabalho clicando aqui


Crianças, adultos, idosos, casais.


Agendamento de 1ª consulta psicológica grátis: Whatsapp (11) 9-9984-9910. psicologamaris@gmail.com

Tratamentos para: Ansiedade Generalizada, Depressão leve moderada ou grave, Fobias, pensamentos suicidas, dificuldade de relacionamento (afetivo, social, profissional e familiar), necessidade de aceitação, baixa autoestima, lidar com sentimento de culpa, manter um relacionamento feliz, amor patológico, ciúme patológico, carência afetiva, dependência emocional e afetiva, desmotivação, estresse, dificuldade de comunicação, dificuldade de demonstrar afeto, dificuldade de expressar sentimentos, problemas conjugais, Traição, dificuldades sexuais, etc.





Ansiedade: como surge

Imagem
Ansiedade: como surge Você se considera Ansioso?
A ansiedade é um processo cognitivo-emocional que não surge do nada. 
Geralmente é fruto de estímulos aversivos do ambiente, que não percebemos de maneira consciente ou direta, e que descompensam nosso estado emocional.

Podemos mencionar os cinco degraus dos processos ansiosos:




IncômodoPreocupaçãoAnsiedade, propriamente ditaEstado paranoide Ansiedade Generalizada
1. Algo lhe incomoda, mas você não consegue identificar; ou se consegue identificar deixa este elemento incômodo em Stand By
2. Este incômodo cresce, até ganhar corpo. Isto é a preocupação.
3. A preocupação não passa e começa  tirar o sono, o apetite, o interesse por outros assuntos. É comum nesta fase que o indivíduo identifique os aspectos preocupantes e busque soluções desesperadamente.
4. E por não conseguir pensar em nada além do assunto, o indivíduo pode ser levado a um estado paranoide, deixando o resto da vida paralisado, e sem conseguir soluções efetivas para o problemas que …

Qual a melhor terapia para você?

Imagem
Qual a melhor terapia para você?

Não existe uma resposta fechada para esta pergunta, pois nos atendimentos psicológicos levamos em conta diversos fatores:

Gabbard (1999) afirma que:

"O tratamento mais adequado para um paciente não é necessariamente o mais eficaz em termos de custo" (p. 210)

Nem sempre o tratamento mais caro é eficaz.  Não é o preço que determina a qualidade de um tratamento. Daí a importância de negociar o valor a ser pago com o terapeuta. O que é barato para uns, pode ser caro para outros.

O tratamento eficaz para você depende da sua capacidade egóica de lidar com seus conflitos

Alguns pacientes talvez nem precise de psicoterapia: uma simples sessão de aconselhamento e orientação pode ser suficiente para ajudar a esclarecer alguns conflitos pontuais. Por exemplo: Orientação vocacional, ou como lidar com familiares problemáticos, etc.

Outros podem se beneficiar da terapia breve, quando suas ansiedades são focais. Para estes, basta que aprendam a lidar de fo…

Quando a terapia funciona

Imagem
Quando a terapia funciona




Qual o parâmetro que indica a eficácia da psicoterapia?
Quando alguém busca psicoterapia, geralmente o faz por sentir algum desconforto emocional (depressão, ansiedade, medo) e apresentar comportamentos excessivos ou deficitários, como por exemplo: comer demais, dormir pouco, dificuldades de concentração, sudorese, palpitações, etc.



Em tese, a psicoterapia que "funciona" seria aquela que possibilita a remissão destes sintomas. Mas como chegar a este fim? Existem diversas abordagens psicológicas, como se fossem diversos caminhos para levar a um destino. Todas têm demonstrado eficácia científica, e todas têm evoluído e sofrido modificações ao longo dos anos. Sendo assim, não se pode dizer que a psicoterapia que "funciona" seja esta ou aquela abordagem, mas sim, aquela que leva o indivíduo a se sentir melhor consigo mesmo e com o seu meio social

Mesmo seguindo este caminho, minha experiência clínica se renova a cada dia, pois não existem duas de…

Para que serve um Psicólogo?

Imagem
Para que serve um Psicólogo?

Em pleno século XXI, algumas pessoas ainda acreditam que o trabalho do psicólogo é superficial, ou emergencial, ou seja: o psicólogo serviria apenas para que o indivíduo possa "desabafar", ou serviria para "cuidar de loucos". Isto é mito! Felizmente!!



Nas últimas décadas, o papel do psicólogo na sociedade tem se expandido, agregando novas ferramentas de trabalho disponíveis nos variados meios sociais


Hoje encontramos psicólogos nas escolas, nas empresas, hospitais, conselhos tutelares, defensorias públicas, etc., ou seja, em lugares onde não há tempo para "desabafos", tampoucos "loucos" exigindo cuidados.


Isto significa que o psicólogo hoje tem uma função mais ativa na sociedade. É um profissional que oferece ajuda emocional, afetiva e racional; que ajuda as pessoas a entenderem seus medos, suas raivas, seu stress cotidiano; que ensina a expressar sentimentos como amor, raiva, indignação; que ampara na hora da dor; que…